Patrocínio:




 


José Alexandrino de Sousa
(Acervo doado por: Rafael Sales Arantes rafa.arantes@gmail.com + sobre música colonial no Blog "MÚSICA SACRA E PROFANA")

Nascimento: 21 de setembro de 1896
Morte: 23 de maio de 1960

Biografia:

Natural de Pouso Alto, filho de Joaquim Alexandrino de Souza e de Maria da Luz Guedes de Souza, irmão de Da. Alzira do João Manta, Da. Alvina do Zé Caixeiro, da Da. Felizarda Russano e tio de Da. Julieta de Souza. Casado com Maria Lídia Guimarães de Souza, irmã dos Srs. Nélio e Filhinho, sapateiros, e de Da. Conceição do Sr. David Nunes de Oliveira. Foram pais de Da. Glória Olinda de Souza La Ferrera, ex-professora na E.M."Ribeiro da Luz" e ex-diretora da E.M. Maria Ferraz Koeler, em Santana do Capivari, mora em São Paulo. Alexandrino José de Souza casado com Ana Maciel de Souza(Niquinha). E ainda, de Hélia de Souza Alexandrino Fonseca, comerciante, em Pouso Alto e moradora de Cruzeiro, SP; Marta do Zé Alfredo, Laurinda, Geni, Homero, estes falecidos, e de Leonardo e Ciro, agrimensores. Ciro, sempre aqui, a trabalho, e de Newton, o Neto da Maria, pedreiro, falecido. Morava na fazenda de sua propriedade, no caminho de São Sebastião do Rio Verde, onde, além da agro-pecuária, cultivava maravilhoso e variado pomar, no qual, exercia seus conhecimentos sobre enxertos de frutas. Tal fazenda pertence aos herdeiros do Sr. João Domingos. Também trabalhavam no Fórum, como e, todas as tardes, usava o serviço de alto- falante do Cine Vitória, para ler urna crônica de cunho crítico e brincalhão, analisando o dia-a dia de Pouso Alto, programa que levava o nome de “Está na hora da onça beber água”, na década de 50. Foi grande maestro, compositor e membro da Banda de Pouso Alto e das da região. Compôs vários dobrados, marchas e as obras-primas: “Mottetos de Nossa Senhora das Dores (Verônica)” e “O Ultimo Adeus”, marcha fúnebre. Como era muito exigente e disciplinado, os sobrinhos chamavam-no de “Tio Chefe”. Qualquer homenagem a ele será pequena, diante da grandeza do homem, esposo, pai, avô, tio, sogro, cunhado e amigo de todos que foi.

Marina Conceição de Oliveira, 18/08/06.

 

*** NOVO ***

Postando a digitalização dos originais do Domine tu mihi do grande José Alexandrino de Souza. Além da peça digitalizada, editada, podem tb baixar e apreciar os originais escritos pela própria mão do compositor. Espero que apreciem.  (por Rafael Sales Arantes)

http://imslp.org/wiki/Domine,_tu_mihi_lavas_pedes_(Sousa,_Jos%C3%A9_Alexandrino_de)

 

Obras:
  • As Sete Palavras de N.S. Jesus Christo na Cruz
    1a. palavra - Pater, dimitte illis (MP3 1.818Kb)
    2a. palavra - Hodie mecum (MP3 1.539Kb)
    3a. palavra - Mulier, ecce filius tuus (MP3 - 1.589Kb)
    4a. palavra - Deus meus, Deus meus (MP3 - 2.260Kb)
    5a. palavra - Sitio (MP3 - 1.334Kb)
    6a. palavra - Consummatum est (MP3 - 1.400Kb)
    7a. palavra - In manus tuas (MP3 - 1.657Kb)
  • O Salutaris

  • Stabat Mater
  • Despedida - Marcha Fúnebre
  • Harpa de David - Marcha Fúnebre
  • Costa Netto - Dobrado n°2 (escrito em 04/10/1941)
  • Magoado - Dobrado n°3
  • José Alencar Silveira - Dobrado n°4

    Nossa Senhora da Glória (Luiz Gonzaga Dalia) - Dobrado n° 5

    São Luiz (Luiz Gonzaga Dalia) - Dobrado n° 6
    Dobrado Gymnasio Sul Mineiro
    Sensitiva - Marcha Fúnebre

    Dobrado Barão do Serro Largo

     

    Dobrado Padre Messias

     

    Dobrado Capitão Macario
    Dobrado Costa Netto
     

     


    Foto da Banda de Pouso Alto (clique para ampliar)

Carta de José Alexandrino
(clique para ampliar)

Vídeos: Músicas de José Alexandrino de Souza

Link: Músicas Sacras Brasileiras

 

 

Notícia (12/03/2008) - Obra de José Alexandrino de Sousa será executada em Sardoal (Portugal)
www.agencia.ecclesia.pt
www.santaremonline.pt

 

LEGENDA:

Arquivo em formato PDF (Abrir com Acrobat Reader ou outros )
Arquivo em formato MID e Arquivo em formato MP3 (Abrir com Windows Media Player ou outros)

Arquivo em formato ENC (Abrir com Encore)

Arquivo em formato MUS (Abrir com Finale)



Todo o conteúdo deste site é de livre utilização, tenha a gentileza de citá-lo como fonte de pesquisa.
Obrigada pela visita !!!

 

Desenvolvido por: Joseane Guimarães